0 iten(s)

Notícias - Delta Containers traz alternativas diferenciadas para construção civil

Com mais de 30 anos de experiência no setor, empresa se tornou referência na produção de projetos residenciais e comercias feitos em contêineres.

 

Container é uma estrutura metálica normalmente utilizada para transporte de cargas em navios e trens, no entanto, este material vem ganhando cada vez mais espaço no setor da construção civil, e aparece no Brasil como uma forma de inovação na arquitetura. Pioneira nesse mercado, a Delta Containers se tornou referência nacional na locação, venda, armazenagem, construção, reparo e modificação desses produtos, destacando-se na transparência em negócios, atendimento personalizado, qualidade em serviços e, principalmente, na execução de projetos.

 
Os benefícios econômicos para se construir com containers são inúmeros, assim como as possibilidades de composição das unidades, explica Pablo Castilho, gerente técnico e de projetos da Delta Containers. “Há diversas vantagens em optar pelo contêiner para construir casas e negócios, sendo a primeira delas o baixo custo de compra do equipamento e instalação, valor que chega a ser 30% menos do que em alvenaria”, explica Pablo. É possível medir o metro quadrado de um projeto completo em torno de R$ 1.400 à R$ 1.800, sem contar a agilidade de entrega, calculada entre 30 e 90 dias. A estrutura é fixada no terreno de um a três dias, e por seguir um padrão, o modelo pode ser levado para outros lugares e replicado para franquias.

 
Outro destaque é o fator sustentabilidade, pois o material utilizado pelas companhias navais passa a ser reutilizado com uma nova função, e esse é um aspecto de pontuação para construções que visam um selo LEED de sustentabilidade. De acordo com Pablo, os containers conseguem manter até 65% do solo permeável, sendo uma opção mais sustentável para edificação. Assim, os recipientes que seriam descartados, tornam-se construções com potencial criativo quase ilimitados.

 

Serviço: Delta Containers | Matriz

 

Clique aqui para ser redirecionado para a matéria

 

Fonte: BG Comunicação

 


Voltar