0 iten(s)

Notícias - Prêmio traça panorama da arquitetura brasileira

Instituto Tomie Ohtake - AkzoNobel 2016 trabalhos construídos nos últimos oito anos. Destinado a profissionais brasileiros ou estrangeiros que vivam no Brasil há pelo menos dois anos, com até 45 anos de idade, o prêmio visa o estabelecimento de um panorama da arquitetura contemporânea nacional. 

 

Os três primeiros colocados receberão viagens para Dubai, nos Emirados Árabes Unidos (1° lugar); Varsóvia, na Polônia (2º) e Santiago, no Chile (3°). Os dez projetos finalistas participam da exposição na sede do Instituto Tomie Ohtake, de 23 de junho a 7 de agosto.

 

Em 2015, o arquiteto Pedro Varella (Grua Arquitetura) venceu o prêmio com o projeto Cota 10 (foto). Construída no Rio de Janeiro (RJ), em 2015, a estrutura temporária visava a reflexão quanto à demolição do elevado da Perimetral na altura da Praça XV, centro da cidade. O segundo lugar foi para o Estúdio Madalena (São Paulo (SP), 2014) de Anderson Freitas, Pedro Barros e Acácia Furuya (Apiacás Arquitetos), enquanto Eduardo Crafig Ferreira de Assis (SIC Arquitetura) ficou em terceiro com o Alojamento para Estudantes – Ciudad del Saber (Ciudad de Panamá, Panamá, 2013).


Voltar